25.7.11

Alentejo que se abre ao mar...

Acabei por não ver as vossas sugestões e em vez de ir para o Alto Alentejo decidi ir para o Sudoeste, para a zona da Zambujeira do Mar, onde o Alentejo se encontra com o mar. Fomos numa de aventura – campismo selvagem – e começou logo com um furo no pneu à chegada, de madrugada, no meio da mata. Mas tranquilo… A nossa comunhão com a natureza é tão grande que passámos a manhã a dormir, sabe-se lá como conseguimos. Sei que quando acordámos começou o contra-relógio. Colocar o pneu suplente, que estava quase vazio. Parar num parque de campismo para ver se o conseguíamos encher, de forma a tentarmos chegar a alguma oficina. 12h30…oficina mais próxima a 15km que fechava às 13h…sim conseguimos…só que tivemos de esperar pelas 14h para o mecânico ir almoçar e depois nos vir remendar o furo.   


Chegámos finalmente à praia às 15horas, é bem… que assim não apanhamos a hora que o sol é nosso inimigo. Fomos pela primeira vez à Praia da Amália. Chama-se assim porque a Amália Rodrigues tinha ali uma casa. Estava cansada de ouvir o meu estagiário dizer que a praia era espectacular, era a praia preferida e então decidir ver se ele tinha razão. Moral da história: não é má, mas há melhores. Não é muito conhecida, não tem gente em demasia, tem uma espécie de cascata mas o mar estava cheio de algas que não deu para tomar banho e pareceu-me que também tinha muitas rochas.


No dia seguinte, não quisermos cometer o mesmo erro, e fomos para umas das minhas praias preferidas: antes de chegar à Zambujeira, perto da Herdade do Touril, eu chamo-lhe a Praia da Corda…mas andei agora aqui a investigar e parece que se chama Praia do Tonel. O areal é apenas acessível aos mais aventureiros, pois implica a descida da falésia a pique por carreiros estreitos pouco aconselháveis e que a certa altura tem uma corda para se conseguir descer agarrado…é quase fazer rappel. Não aconselhável a quem tenha vertigens, pouca agilidade ou muito bom senso.

Mesmo assim ontem a praia tinha cerca de 20 pessoas, um record. Quando fui a primeira vez só tinha um casal. Dessa vez, lembro-me também de um rapaz apaixonado que escreveu com pedras “Ana, namoramos?”. Foi embora e voltou umas horas mais tarde, acho que com a “Ana” para fazer o convite ao pôr-do-sol.

Estava mesmo a precisar de um fim-de-semana assim…

6 comentários:

...Ju... disse...

a praia da amália é engraçada (pelo menos quando o mar não bate nas rochas) mas até há pouco tempo tinha uns acessos de meter medo!

Ana disse...

Que saudades da praia!!
escolheste bem, no Alentejo as praias são boas e normalmente também mais calmas. Adoro passear nas vilas é tudo lindo de morrer. Às vezes parece que nos esquecemos de como o nosso país é lindo...
beijos

mari disse...

excelente escolha ...
boas férias**

Mike disse...

Só mesmo para desejar... boas férias :P

Lacorrilha disse...

A Costa Vicentina é do melhor.
Eu costumo ficar-me por Porto Covo, que é um cantinho muito especial para mim.

Gisley Scott disse...

Que lugar paradisíaco esse :)!
Ótimo pra pegar um bronze e se banhar na praia :)!

Bjs