27.12.18

O que li em 2018...



 


Tinha como objectivo para 2018 ler 8 livros, de países diferentes e tirar notas. Não tirei notas mas li 16 livros de vários cantos do mundo.

 

 

 





 



1. "Véu rasgado" de Carmen Bin Laden (Arábia Saudita)

2. "Vozes de Chernobyl"  de Svetlana Alexijevich (Bielorússia)

3.“Amada Vida” de Alice Munro (Canadá)

4. “Ainda estou viva” de Han Eun-Mi (Coreia do Norte)

5. “O Livro do Hygge” de Meik Wiking (Dinamarca)

6. “Sisu: a Arte Finlandesa de Viver com Coragem” de Joanna Nylund (Finlândia)

7. “Rumo a Casa” de Yaa Giasi (Gana)

8.“O Diário Secreto de Hendrick Groen aos 83 anos e ¼”, de Hendrik Groen (Holanda)

9. “A avó pede desculpa” de Fredrik Backman (Suécia)

10."A neve e as goiabas" de Noviolet Bulawayo (Zimbabué)

11. “Uma Prece ao Mar” de Kaled Hosseini (Afeganistão)

12. “Cuidar de si” Cheryl Richardson

13. “Para educar crianças feministas” Chimamanda Adichie (Nigéria)

14. “O deus das pequenas coisas” de Arundhati Roy (índia)

15.  “A Força de Viver. Lições de vida do monge que vendeu o seu Ferrari” de Robin Sharma 

16. "A História da Ikea" de Ingvar Kamprad e Bertill Torekull


26.12.18

Por onde andei em 2018..



Com a família ou amigos:
Ericeira, Mafra (Convento, Tapada), Almada (SPA Capuchos), Sesimbra (museu), Alcochete, Porto Covo, Portimão, Lourinhã (dinoparque) e..... BRASIL - RIO DE JANEIRO.


Rio de Janeiro



Por Lisboa: Panorâmica de Monsanto, Jardim Zoológico, Quinta Pedagógica (fazer pão, festa das famílias, …), Palácio S. Bento, Assembleia da República, Aquário Vasco da gama, Lisboa Romana e Islâmica, Igreja de S.Roque, Igreja do Loreto, Museu de Comunicações, Palácio da Ajuda, Luzes de Natal.



A trabalho:
Arganil, Tábua, Oliveira do Hospital (Aldeia das Dez, Lourosa), Lousã (Talasnal), Miranda do Corvo, Castelo Branco (Museu do Bordado, Sé), Guimarães (Museu Abel Salazar), Barcelos (cidade e olaria), Batalha (Mosteiro), Santa Maria da Feira (Castelo e igreja), Aveiro (Museu da cidade), Oliveira de Azeméis, Bragança (castelo, museu mascara e traje, museu abade baçal, centro interpretação sefardita do nordeste transmontano), Mirandela, Figueira de Castelo Rodrigo (aldeia de castelo rodrigo).


Aldeia das Dez

Castelo Rodrigo

Talasnal - Lousã
Talasnal

Guimarães


Lourosa
Castelo Branco

Aveiro

Bragança



25.8.18

O meu mantra




Onde se lê "senhor" deve ler-se "Universo".

É um dos meus mantras, não por ser uma oração religiosa, mas porque me ajuda a acalmar a minha ansiedade e a confiar em mim.

(Sei que é usada pelos Alcoólicos Anónimos...mas não é o meu caso)

24.8.18

Vantagens de trabalhar em Agosto


- Menos gente nos transportes;
- Pessoas mais bem-dispostas em geral;
- Menos emails e menos telefonemas, logo....menos problemas;
- Menos chefes a darem ordens...porque estão todos de férias;
- Menos colegas no escritório, e por isso... tempo de maior qualidade com os que ficam;
- Maior produtividade;
- Tempo para pôr em ordem a desorganização;
- Ar condicionado, quando estão 37ºgraus lá fora.

23.8.18

After Eight... a versão saudável.

Esta semana descobri a versão saudável dos chocolates After-Eight.






É esta planta que se chama Menta-chocolate e tem EXATAMENTE o mesmo cheiro do After-Eight. Não consegui resistir quando a cheirei no supermercado e teve que vir comigo para casa.

Agora só tenho de descobrir as diferentes formas de a aproveitar. Uma das coisas imediatas que pensei foi que euando me der ganas de um docinho à noite, vou experimentar cheirá-la para ver se o desejo passa. Depois dou novidades.

21.8.18

Para nunca esquecermos...


No sábado passado, a família estava fora, e resolvi ir fazer uma visita guiada organizada pela empresa Time Travellers: "Lisboa romana e islâmica".

É muito bom olhar para o passado para refletir sobre o presente e o futuro.
Num tempo em que se vê as migrações com desconfiança convém relembrar que elas sempre foram uma constante, desde o início dos tempos.

Só dando o exemplo de Lisboa...que era um povoado à beira rio plantado quando chegaram os Fenícios (que vieram daqueles lados da Síria...não sei se já ouviram falar) em cerca de 2000 a.C.

Aí dominaram até chegarem os Romanos  em 138 a.C. Passados uns séculos, com a decadência do Império Romano, chegaram as primeiras migrações germânicas (ou as politicamente incorretas "invasões bárbaras"), por volta do séc.V. 

Três séculos depois, quando existia uma guerra civil entre os visigodos, os árabes que vinham para ajudar uma das fracções, resolveram que era melhor conquistar isto.

Vai daí, Lisboa torna-se uma cidade muçulmana durante mais uns séculos até D. Afonso Henriques a conquistar em 1147.

Resumindo, os portugueses são uma mistura de diferentes povos e origens... pelo que não suporto extremismos nacionalistas.

Núcleo Arqueológico Rua dos Correeiros - período romano




Teatro Romano


Torre Islâmica - Alfama

Castelo  - construído na época islâmica