30.10.10

NOITE DAS BRUXAS...




Um das coisas que mais tenho saudades nesta altura é dos tempos da faculdade. Quando vivia na residência universitária o ponto alto das nossas festas era a Noite das Bruxas. Por esta altura, 15 gajas mascaravam-se de bruxas, faziam um jantar e depois saíam para a night. Agora imaginem 15 gajas na mesma casa, ao mesmo tempo, a vestirem-se, maquilharem-se, a trocarem roupa, a fazer comida para 15 pessoas, a decorar a casa com abóboras, aranhas, teias, velas…Era a loucura…
Mas era uma coisa à séria, depois saíamos para a noite lisboeta, tínhamos entrada imediata em qualquer sítio devido à indumentária e lembro-me de um ano até sermos fotografadas e termos saído na revista do jornal Expresso.

29.10.10

Pinturas....


E este fim-de-semana vai ser assim...

Espero que corra bem, não tenho jeitinho nenhum para estas coisas.
A ideia é muita romântica, muito à filme, pintar a nossa casa...mas soa-me que passado duas horas já me vou estar a queixar.

Vai ser tudo de branco, menos uma parede do quarto...estou a pensar em lilás e na sala também queria uma parede com cor mas ainda estou indecisa (este é sempre um grave problema que tenho ...a indecisão) mas talvez vermelho ou laranja.

28.10.10

Correria completa....



Esta semana tenho aproveitado as horas de almoço ao máximo para fazer coisas:
2ªfeira – ir à casa nova para o senhor das cozinhas ir tirar medidas (única hora que podia)
3ªfeira – ir ao banco buscar cartão Multibanco (agência fica a 4/5 estações de metro)
4ªfeira – ir à loja do cidadão mudar contrato de luz e água
5ªfeira – ir a uma reunião na associação em que sou voluntária, com vista à organização de um evento.
6ª feira – espero almoçar….calmamente…

Quando as campanhas publicitárias esquecem a net...

Queria eu vir fazer referência a duas campanhas publicitárias que vi na rua, porque me chamaram a atenção...e ainda não há imagens dessas campanhas na net, nem referência nenhuma nos sites das respectivas empresas,...está mal!
Menos publicidade de borla, meus senhores,...é o que é.

(campanha Swatch com o Albano, e pacotes de açúcar da Nicola... em que o dia agora virou noite)

27.10.10

Não gosto #1

... de contribuir para prendas de pessoas que não me interessam minimamente só porque fica bem (no trabalho). Não gosto sobretudo porque às vezes poupo nas prendas das pessoas de que gosto realmente.

26.10.10

A morte na cidade e no campo...


Sempre achei que há coisas que são vividas de maneira diferente por pessoas da cidade e por pessoas de sítios mais pequenos. Uma delas é a morte. Ontem morreu o avô da minha melhor amiga e ela estava a dizer que era o primeiro funeral a que teria de ir. Já lhe morreram as outras duas avós e ela não foi ao funeral de nenhuma, apesar de, no caso de uma, ela ter tratado de tudo (desde a escolha do caixão à burocracia) dado que foi de repente e os pais estavam no estrangeiro. No entanto, tenho mais amigas de Lisboa que não vão aos funerais dos familiares. Não estou a criticar, mas para mim era impensável não ir ao funeral de alguém familiar/amigo ou até às vezes conhecido.

Em aldeias e vilas acho que a morte é encarada como algo mais natural, porque desde pequenos estamos habituados a ela. Eu vou a funerais desde pequena... até porque o funeral num sítio menos povoado acaba por ser um acontecimento, toda a gente praticamente se conhece, vai quase toda a terra. Lembro-me de andar a brincar na rua em criança com os meus amigos, vivia relativamente perto da igreja e do cemitério, se víamos passar um funeral, claro que íamos para lá. Por outro lado, se não fosse a um funeral de um familiar, acho que o resto da família me deixava de falar no mínimo. No entanto, mais que isso, faz-me um bocado confusão não acompanhar a pessoa na última hora, afinal é uma última homenagem, é como se se provocasse solidão no morto, morrer desacompanhado. Não sei, é a sensação que tenho.

25.10.10

Agora a cozinha...


A cozinha vai ser baseada neste modelo a nível de cor (vermelho e castanho)...mas em princípio com a pedra escura...e ainda estou à espera do esboço, dado que só foram hoje tirar as medidas.

O descanso da guerreira...


Ontem foi a tarde toda assim... de pijama, deitada no sofá, a ver filmes na televisão. Ando mesmo cansada...teve que ser, soube tão bem.

24.10.10

Visitas internacionais...

Tive a ver as estatísticas do blog e entre 23 de Out de 2010 12:00 – 24 de Out de 2010 11:00, a origem dos visitantes foi:
Hum....Portugal apenas com 6 visitas....? EUA, Bélgica,...
Isto está a ficar muito internacional...quem será que me lê (ou melhor, vem cá parar) do Líbano e do Iraque??? Acusem-se por favor :)

Comer, orar, amar alternativo



Num momento ou outro da vida penso que todas as pessoas passam por essa crise existencial, como acontece no filme/livro "Comer, Orar, Amar", soa-me que mais do que uma vez na vida. Porque é que antes as pessoas não eram tão angustiadas? Talvez porque não existiam tantas escolhas, tantas direcções e tantas possibilidades de estilos de vida.
Até uma certa altura, fazemos o que é previsto pela família e  pela sociedade - ser boa menina, não dar problemas, tirar boas notas, ir para a faculdade, não ser Maria Maluca , arranjar o namorado ideal, arranjar um emprego estável, a fazer o que se gosta e a ganhar muito dinheiro, casar, ter filhos....and so on...
... entrentanto, chega a uma dada altura e temos uma crise existencial, como vivemos sempre pelos pâramentros dos outros, e que nós próprios assumimos e aceitámos como certos, há um momento na vida que essas coisas podem deixar de fazer sentido.
Quem sou eu afinal? E depois é só minhoquices na cabeça e baixa auto-estima. E então é preciso parar, olhar para dentro e conhecer realmente a nossa essência. Ao conhecermo-nos melhor, conseguimos aceitar os nossos defeitos e qualidades... e vamos aprendendo a lidar com aquilo que somos.
No filme este processo faz-se em 3 etapas - Comer, Orar e Amar -, em 3 países diferentes (Itália, India, Indonésia), no entanto nós fazemos este mesmo processo sem sair do sítio.
Há uns anos atrás, depois da ruptura de uma relação, fiquei muito magoada e muito deprimida, e decidi investir em mim, para conseguir amar-me e valorizar-me como pessoa. Inscrevi-me num curso de astrologia, não para adivinhar o futuro, mas para me conhecer melhor, para reflectir sobre mim própria, e as coisas começaram a fazer mais sentido. Tive tempo e oportunidade para diferentes experiências e o "Comer, Orar e Amar", no meu caso foi mais "Astrologia, Dança Oriental e ir tudo o que acontecia de interessante nesta cidade".
E comecei a sentir-me muito bem sozinha. Depois quando menos esperava, um dia que me sentia até muito down e que nem queria sair de casa, uma amiga arrastou-me para uma festa porque não queria ir sozinha. Nesse dia conheci o meu actual namorado e nunca mais nos largamos. Coisas do destino...
Deixei de dedicar tanto tempo nesta busca de mim própria, no sentido em estava muito concentrada em mim... e em parte tenho pena disso. No entanto, também acredito que não nos encontramos sozinhos mas nas relações com os outros... com os amigos, familia, colegas, amores...pessoas que detestamos...
Enfim, para mim a vida é um caminho... de experiências, de alegrias e tristezas, de momentos bons e maus...que nos leva a um crescimento pessoal. Quando for velha não quero ser rica, mas sábia e serena.

22.10.10

Oficialmente endividada até aos 69 anos

Foi hoje o dia. Escritura da minha casa feita, chaves na mão e dívida no banco até aos 69 anos. Não é uma casa excepcional mas é a melhor que vi, para o que posso pagar. E é minha :)

Portanto vou ser feliz ali!!!

Preparem-se, vou pedir muitas sugestões de decoração.

21.10.10

Continuação...sofá...

Depois de visita ao IKEA acho que já escolhemos o modelo, no sábado iremos talvez fazer uma busca por outras lojas... mas soa-me que vai ser este aqui...  Em branco a sala fica mais clara mas suja-se mais, o cinza acaba por dar com tudo na mesma e talvez seja mais resistente a nódoas e afins. Agora, cinza ou branco?

20.10.10

O objecto mais importante da casa...

Cá em casa andamos com o desejo de comprar um sofá enorme de canto, onde podemos deitar e relaxar, onde cabem montes de amigos, onde vamos passar horas a vegetar em frente da tv, ...
mas, sendo realista, soa-me que vamos comprar um simples, assim:

Insultada pelo elevador...


Mal entrei no elevador esta manhã, começou a apitar e a tecla Excesso de Peso acendeu. Não estou a perceber o que o universo me está a querer dizer...(ou não quero perceber). É um sinal para emagrecer? Eu sei que preciso de eliminar uns 5 kgs mas não é simpático da parte do elevador me dizer estas coisas logo pela manhã.

19.10.10

Flirts profissionais...



Aqui o meu colega de gabinete anda a fazer joguinhos de sedução a uma colega da instituição. Pormenor: tem namorada. Não sei porque é que insiste em me fazer sua confidente porque não estou nada a gostar desta história. Estou sempre a puxar-lhe as orelhas mas acho que não ouve nada do que eu digo. Só sei que isto não vai dar bom resultado. A namorada descansadinha e ele aqui… só espero que o meu namorado não me faça destas coisas nas minhas costas.

O que mais podemos cortar? os pulsos....



Estou deprimida …esta casa está a ficar bem cara…o que custa é os diferentes impostos e papelada. Isenta de IMT mas tem de pagar um imposto de selo de 600 e tal euros…por amor da santa….fora o resto que estou a tentar não pensar ainda…ainda estou em fase de negação. 6ª feira é o dia da escritura da casa (vá...mais uns 3000€). Deve ser a semana em que gastei mais dinheiro junto na minha vida… Acho que a viagem ao Canadá não vai ser possível…este dinheiro do imposto de selo era o preço da viagem!  

18.10.10

Casamento canadiano...



Tive uma excelente notícia este fim-de-semana. O meu primo preferido que vive em Montreal (Canadá) vai casar-se em Outubro de 2011. Pronto…agora tenho de juntar dinheiro porque a este casamento não vou mesmo faltar. O bilhete é um bocado caro…e também não quero ir sozinha… mas soa-me que em tempos de crise a família de cá não deve ir. Já conheço um pouco deste país porque estive lá três semanas quando tinha para aí 18 anos, mas há tanto para conhecer…e claro dar também um pulinho aos EUA. Tantos projectos na minha vida e tão pouco dinheiro…

15.10.10

Onde é que arrumo a bicicleta?




Hoje veio-me à cabeça este pormenor. Onde ponho a minha bicicleta na minha nova casa? Não há garagem, nem arrecadação, nem varandas... Andei à procura na net e encontrei estas imagens mas não tenho a certeza se alguma me convenceu. Mas a ideia de ficar alta e não empatar parece-me bem.

Sempre a contar....

A diferença na rapidez dos contadores é bastante significativa....
 - Dívida pública Vs Receita Fiscal -

Goza bem a tua rota....

A Gente Vai Continuar

Composição: Jorge Palma
Tira a mão do queixo não penses mais nisso
O que lá vai já deu o que tinha a dar
Quem ganhou ganhou e usou-se disso
Quem perdeu há-de ter mais cartas pra dar
E enquanto alguns fazem figura
Outros sucumbem á batota
Chega a onde tu quiseres
Mas goza bem a tua rota
Enquanto houver estrada pra andar
A gente vai continuar
Enquanto houver estrada pra andar

Enquanto houver ventos e mar
A gente não vai parar
Enquanto houver ventos e mar

Todos nós pagamos por tudo o que usamos
O sistema é antigo e não poupa ninguém
Somos todos escravos do que precisamos
Reduz as necessidades se queres passar bem
Que a dependência é uma besta
Que dá cabo do desejo
A liberdade é uma maluca
Que sabe quanto vale um beijo

14.10.10

Quero muitooooooo este livro...


 A quem quiser oferecer...aqui fica a dica. Sou fã do Mandela

Baseado em:
«•Diários enquanto estava, no início dos anos 60, em fuga;
•Diários e rascunhos de cartas escritas em Robben Island e noutras prisões, durante os 27 anos de cativeiro;
•Blocos de notas, do período de transição da África do Sul, incluindo os ficheiros de Mandela sobre o processo de negociações do CODESA;
•Conversas privadas gravadas enquanto trabalhava na sua autobiografia;
•Rascunhos de discursos e correspondência durante o período da sua Presidência da África do Sul;
•Reflexões privadas e pensamentos, após a retirada da vida política, sobre assuntos sociais prementes e o seu legado.»

13.10.10

ai ai a minha vida






Ai... ligaram do banco. Já há avaliação da casa e até querem fazer a escritura já este mês... estou a ficar com dores de barriga. Parece que é desta que me vou tornar membro honorário do clube dos jovens endividados para a vida. Estava a contar que fosse só lá para Dezembro, até porque tenho de pagar a renda da casa onde estou. E agora estou nervosa...vou ali beber um cházinho de camomila.

Quando for velha quero ser assim...


Isto é verdade ou muito Photoshop? 68 anos? Onde?

12.10.10

Comprinhas....


Ontem saí do trabalho com uma vontade descomunal de ir às compras. Preciso de roupa para este inverno mas também estou em contenção de custos. No entanto, não fui e estou muito orgulhosa de mim. Não porque não precise...mas porque é véspera da menstruação e soa-me que não ia correr bem. Nestas alturas parece que tenho um discernimento diferente e compro coisas que depois pouco ou nada uso ou gasto demais. Então respirei fundo e vou mais para o final da semana.
Preciso de:
- botas
- camisolas mais quentinhas
- calças que não sejam de ganga
- e quero vestidos de inverno :)
- uma mala decente 
Ultimamente nem tenho ido a lojas, não ando com paciência, alguém aconselha alguma coisa interessante para esta estação?

11.10.10

Friends...



Sabemos que não vemos as nossas amigas (e respectivos) há muito tempo quando nos juntamos e há montes de novidades…
a)      3 mudaram de emprego
b)      1 namora desde Março e já vive com namorado
c)      1 está grávida
d)      1 comprou casa
Meninas…se calhar é melhor juntarmos-nos mais vezes para não acumular demasiada informação.

10.10.10

9.10.10

"a guerra dos sexos": seco vs. oleoso

Eu sou o cúmulo da distracção. Andava a reparar que o cabelo estava  a ficar muito seco e espigado mas não liguei. Hoje estava a limpar a casa de banho e reparei que ando à um mês a lavar o cabelo com champô para cabelos oleosos....quando o meu é encaracolado e extremamente seco. Como é que isto aconteceu? O Jeitoso é que foi ao supermercado e só pensou no cabelo dele :)   E reparei que estão lá mais 2 embalagens no armário, devia ser promoção. Bem, foi ali num instante comprar champô para cabelos secos...até já

8.10.10

Puppi......



Como sou da terra, os animais lá de casa sempre tiveram imenso espaço, sempre andaram mais  no quintal. Sempre me fez confusão nas cidades os animais passarem o dia em casa fechados.
No entanto, anda-me a dar uma vontade enorme de arranjar um cão. Mas também tenho tantas dúvidas: não fica deprimido se ficar todo o dia em casa sozinho? Com quem o vou deixar nas férias?  Não anda baba e pêlo por toda a casa? E típico cheiro a cão não fica entranhado?
Mas por outro lado são tão amigos, não há seres mais fofinhos e leais.
Preciso conselhos e dicas…

Ser deputado na Suécia...



Medidas de austeridade? Isto é que é austero comparado com o que se passa cá... Exemplo a seguir...

7.10.10

O Nobel da Literatura 2010 vai para....

Mario Vargas Llosa

Vi agora no jornal que o Prémio Nobel da Literatura este ano é Mario Vargas Llosa. Curiosamente estou a ler um dos livros deste autor, desde o início do Verão, e sinceramente estou a gostar (apesar de não parecer pela demora). Tenho uma particular "queda" para a literatura latino-americana.


 A FESTA do CHIBO
O livro é constituído por 3 histórias entrelaçadas. A primeira história é sobre uma mulher, Urania Cabral, que está de volta à República Dominicana, após uma longa ausência, para visitar o pai doente, e acaba por recordar incidentes da sua juventude e revelar um antigo segredo da família (que ainda não descobri mas deve ser terrível, dado que só voltou a falar com o pai e resto da família passados para aí 30 anos). A segunda história centra-se no último dia na vida do ditador Trujillo, dando um contexto histórico profundo, em que é explicado o modo de funcionamento do regime, a que o pai de Urania pertenceu. A terceira componente é a noite do assassinato de Trujillo e a descrição dos seus assassinos, muitos dos quais tinham sido leais ao governo, dando a conhecer as suas histórias e motivos.  Cada aspecto do enredo mostra uma visão diferente sobre a República Dominicana no seu contexto político e social, passado e presente. Recomendo a quem goste de "novelas históricas".

Tea is a cup of life...


Para mim começou a época de chá. No Verão não sou muito adepta mas agora, com o primeiro friozinho, nada como uma chávena de chá. Desde pequena que me lembro da minha avó me fazer chá de erva cidreira, que continua a ser o meu chá de eleição, com as folhas apanhadas no quintal. Ontem comprei chá verde com limão para ter aqui no trabalho, como não me dou muito bem com o café, penso que é uma boa alternativa, já que é estimulante... e anti-oxidante.
Para além disso o chá é zen, ligado ao oriente, à serenidade... Gostava de assistir/aprender os rituais da cerimónia do chá.

"Se estiver frio, o chá vai aquecê-lo. Se você está muito aquecido, ele vai esfriar. Se você está deprimido, ele irá animá-lo. Se você está animado, ele vai te acalmar". (Gladstone, 1865)

Hoje estou assim...

6.10.10

trabalho, deadlines, hierarquias....


De volta ao trabalho...a tentar mentalizar que também 3 dias passam num instante.

Questões laborais que me apoquentam:
1. Porque tendo meses para fazer as coisas só fazem na última e às vezes já fora do prazo? Alguém me explica?
2. Porque não posso pressionar os meus não-sei-quantos superiores para me entregarem as coisas a tempo (eu vou pressionando levemente, para não me levarem a mal, mas mesmo assim acho que não me ouvem) 
3. Quando chegar a altura, e as coisas não tiverem feitas, a culpa vai ser de quem? Minha! Sou o último elo da cadeia.
E a quem vão revirar os olhos quando as coisas correrem mal? A mim.
Vão achar que Eu podia ter feito muito melhor? Vão.
O trabalho vai ficar uma porcaria? Vai. Preciso de tempo para fazer o meu trabalho, dado que requer concentração e minúcia.

Estou um bocadinho cansada disto tudo... andei uma data de meses a insistir, a inventar trabalho, a "pastelar", até criei um blog...e agora de um dia para o outro querem tudo feito....acho que até Dezembro vou começar a dormir no escritório.


Tudo isto para avisar que andarei os próximos 3 meses rabugenta, stressada e, possivelmente, a frequentar menos aqui o estaminé...

Bom dia de trabalho...

5.10.10

hummm ..........................................


Que preguiça de feriado...hummm...não há nada melhor....

4.10.10

Enxoval...essa linda palavra


No tempo de Erasmus, quando estava em Barcelona (2004), uma colega venezuelana quando descobriu que eu era portuguesa, saiu-se com esta:
A: As miúdas portuguesas começam a preparar o casamento aos 14 anos, não é?
K: WHAT? Nem aos 14 nem aos 25. Onde foste buscar tal ideia?
A: As portuguesas que conheço lá na Venezuela têm uma arca onde vão juntando coisas para o casamento: lençóis, toalhas, tachos, …
K: hummm… pois (tive de dar o braço a torcer). Mas não são as miúdas que pensam casar com essa idade, as tias velhas e avós é que achavam que era como no tempo delas que tinham de começar cedo a preparar essas coisas…mas agora já não é assim.

Lembrei-me agora desta conversa porque eu sou da terrinha e tenho algum ENXOVAL, que as minhas avós e tias insistiam em comprar apesar dos meus protestos, e este fim-de-semana tive a ver o que tinha realmente, o que se aproveitava e o que faria falta para levar para a nova casa.

Houve prendas inteligentes e úteis (trem de cozinha XPTO, alguns jogos de banho e lençóis, e pouco mais), e outras que não sei para que servirão (panos de tabuleiro, naperons, micro-toalhas, …). Há coisas que têm para aí 15 anos, que são feias e demodés… soa-me que muitas coisas ficarão onde estão…em casa dos meus pais. Depois há coisas com imenso valor que nunca irei usar, ex: toalhas e outras coisas bordadas por familiares, mas que irei guardar.  E tenho ainda para aí 50 panos de cozinha…não sei quem tinha esta obsessão por me oferecer panos de cozinha, mas está bem. 

Se me quiserem fazer enxoval agora é que agradecia... com coisas contemporâneas, ok?

PS- Vamos lá repôr a verdade, não eram as avós, era mais uma avó, porque a outra era inteligente e ouvia realmente o que eu dizia e dava-me era dinheiro para eu comprar o que quisesse . Grande avó!)

"Quando tenhas um segredo, guarda-o bem, não o digas a ninguém."


A blogosfera anda calminha ou fui só eu que ontem perdi a noite a ver a Casa dos Segredos?
Tirando António, o pastor, (os outros não decorei o nome) parece que foi tudo escolhido pelo aspecto. Enfim...espero não me viciar nisto... Costumo ter queda para ver porcaria.

2.10.10

Contas....€€€€


Já devia ter feito à mais tempo, às vezes começo mas ao terceiro dia já desisti. No entanto, este mês é para cumprir. Vou escrever num caderno todos os cêntimos gastos ao longo do mês e em quê. Isto para ver se estou a desperdiçar nalgum lado e fazer uma melhor gestão do dinheiro. Eu até sou poupada mas soa-me que com a nova recessão vou ter de ser mais.

1.10.10

música...la la la

Porque hoje é o dia mundial da música aqui fica o Mapa Etno-musical do país . Este é um projecto que mostra a distribuição  da música e dos instrumentos musicais pelas diferentes regiões de Portugal, com excertos musicais e textos explicativos.

6ªfeira.....iupi

3ª lingua oficial de Portugal

 1ª língua: Português    2ª língua: Mirandês    3ª língua: Minderico





O Minderico ou Piação dos Charales do Ninhou (linguagem dos habitantes de Minde) é a variante linguística falada em Minde  desde o séc. XVIII.  Inicialmente esta variante funcionava como código falado apenas entre os comerciantes das mantas de Minde que andavam pelo país todos, e o usavam como estratégia. No entanto, posteriormente a população toda começou a falar.


Muitos vocábulos mindericos têm origem em imagens do quotidiano, que passam de forma figurativa para a linguagem, outras são por exemplo nomes de pessoas da terra que deram origem a expressões que designam profissões ou atributos humanos.

O minderico é ainda hoje conhecido pela maioria da população adulta, embora por influência da alteração dos costumes haja uma acentuada tendência para o seu desuso e esquecimento entre os mais jovens.

Para o minderico não morrer estão a ser desenvolvidos vários projectos: aulas de minderico, actualizações dos dicionários já existentes; utilização em festas em Minde, tradução do nome das ruas e das ementas de restaurantes e cafés.  Muito deste trabalho está a ser desenvolvimento por investigadores da Universidade de Regensburg da Alemanha, e inserido no Programa de Documentação de Línguas Ameaçadas,com o apoio financeiro da Fundação Volkswagen.

Como já devem ter percebido sou de Minde...mas não falo minderico...embora gostasse. De vez em quando leio o dicionário...e há muitas palavras que sei devido ao uso corrente no dia-a-dia da família e da terra...Mas um dia vou mesmo saber falar e o Minderico ainda vai ser reconhecido como língua.

Ex;
Quem cópia giralda fizer nela terá de atarantar (tradução: quem boa cama fizer, nela terá de se deitar).