28.4.12

Aprender a fotografar...

Hoje frequentei um workshop de fotografia. A ideia era mais aprender a observar o que nos rodeia e perceber a nossa capacidade de mostrar aos outros a nossa perspectiva subjectiva, do que propriamente aprender técnicas. No entanto, antes que me esqueça, deixo aqui algumas dicas que me recordo:

- regra dos terços: divide-se mentalmente a imagem em noves rectângulos e coloca-se o que se quer focar sobre as linhas ou pontos onde cruzam, criando harmonia e equilíbrio;


 - linhas: o nosso olhar é sistematicamente atraído para linhas, logo estas encaminham o nosso olhar pela fotografia;

- profundidade: como a fotografia é bidimensional, temos de escolher bem a composição da foto para lhe dar alguma profundidade - podemos colocar elementos em primeiro plano, ou segundo plano e no fundo, ou por exemplo, sobrepor elementos;



- padrões e simetrias: temos tendência natural para a simetria, para combinar coisas, por isso mesmo quebrar de alguma forma a simetria ou incluir um elemento despropositado torna a fotografia muito mais interessante;


- posto de vista: temos tendência a tirar fotografias sempre ao mesmo nível, o dos nossos olhos, mas outros pontos de vista podem trazer muito mais riqueza;


- recorte: cortar o ruído de fundo para garantir que a atenção das pessoas se foca no elemento que queremos destacar.






E agora vou treinar... treinar muitooooooo.......

26.4.12

Sentimentos contraditórios...



É só na minha família que depois dos funerais há um momento de catarse, onde, com os familiares que vieram de longe, se põe a conversa em dia à volta da mesa, onde se recordam os vivos e os mortos, e até há risota..?

23.4.12

Livrosss....



Parece que hoje é o Dia Mundial do Livro e blogue que se prece tem de falar de livros hoje.

Eu adorooooooooooo livros. Desde pequena me lembro, sempre que juntava uns trocos, ia comprar livros à D.Tilita, que tinha uma papelaria na esquina da minha rua... Primeiro foram os livros da Anita, depois da colecção Uma aventura...e depois o mundo...

Acabei de ler "A máquina de fazer espanhóis" da valter hugo mãe (cada vez gosto mais deste escritor...e gostei do livro que se centra na história de um idoso que vai para um lar e todos os seus sentimentos...) e comecei "Cemitério dos pianos" do José Luís Peixoto, que o meu jeitoso me ofereceu a semana passada. Como vêem ando numa de escritores portugueses contemporâneos... e não é que os gajos são mesmo bons...andava muito distraída.

Boas leituras...

19.4.12

O Alentejo dá-lhe tudo...

Vamos ver se isto é verdade...as expectativas agora estão altas...
Alentejo acho bem que não me desiludas...
Até já...

31!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!


18.4.12

Pensar fora da caixa...

E como prometido há uns tempos...a imagem que saiu na Time Out sobre um projecto social em que participo.



 "O assunto é sério mas a forma de protesto é bem humorada. Pela terceira vez, um grupo de empregadas domésticas saiu à rua e vestiu algumas das estátuas mais importantes da cidade de aventais e luvas de borracha. ...Objectivo: alertar para as dificuldades desta profissão. No dia 18 de Dezembro a associação responsável pelo protesto, a ComuniDária, vestiu a Rainha Catarina em Lisboa de avental e ferramentas utilizadas no trabalho doméstico. Já antes tinham estado em Sintra. No último fim-de-semana esteve no Chiado. E quis que a estátua do Fernando Pessoa se juntasse à manifestação. Fica o registo." Time Out 


As minhas ideias fantásticas...marketing de guerrilha...que é como quem diz: não tens dinheiro, precisas de visibilidade...usa a imaginação :) 


A minha preferida foi mesmo a primeira que tirei...à rainha D.Catarina.





Mas a da Verdade do Eça de Queiroz também não está mal.





Isto para dizer que conheço demasiados casos de exploração laboral (e até escravatura) entre as empregadas domésticas imigrantes. Gostava que a sociedade reconhecesse o valor deste tipo de trabalho e que a lei se cumprisse... Um dia conto-vos umas histórias reais...

Vamos mantar?

Vi hoje esta foto na net e adorei.... e com o frio que está apetece mesmo enrolar numa mantinha...e qual delas a mais bonita.

10.4.12

Só sei dançar com você...

 Quem não sabe dançar como eu...vai perceber esta cumplicidade...



"Você me chamou pra dançar aquele dia
Mas eu nunca sei rodar
Cada vez que eu girava parecia
Que a minha perna sucumbia de agonia
Em cada passo que eu dava nessa dança
Ia perdendo a esperança
Você sacou a minha esquizofrenia
E maneirou na condução
Toda vez que eu errava você dizia
Pr'eu me soltar porque você me conduzia
Mesmo sem jeito eu fui topando essa parada
E no final achei tranquilo
Só sei dançar com você
Isso é o que o amor faz
Só sei dançar com você
Isso é o que o amor faz"

8.4.12

Today...



E hoje foi dia de almoço de família, de terrinha, de cabrito (nhac), de doces e até tive direito a levar com água benta na orelha numa visita pascal inesperada em casa alheia. Já nem me lembrava da última visita pascal que tinha visto. Espero que a bênção traga coisas boas...

E pronto, passou a Páscoa...

Agora estou aqui a deprimir-me a ver o Telejornal, entre a sra. de Torres Novas que não tem 17€ para vir a uma consulta oncológica a Lisboa que a prepararia para uma operação de reconstrução do seio....até a uma reportagem sobre os idosos pobres e que se sentem um fardo... não sei o que é mais triste.


6.4.12

Shimbalaiê

Para embalar ...

5.4.12

em altas...


Ontem tive de ir assinar um protocolo da minha associação com o Secretário-Estado Adjunto do Ministro Adjunto..(só a nomeação faz impressão) e fazer um dos meus sorrisos amarelos (já vos disse que detesto cerimónias, formalidades e afins?!!!). Por outro lado, saí na Time Out... prémio para quem me descobrir (mentira, não dou prémio a ninguém, fica só a curiosidade).
Isto tudo só para dizer que ando exausta e sem tempo para andar por aqui a blogar e ando com tantassss saudades.

2.4.12

Follow up Porto # 1

Esteve um fim-de-semana espectacular no Porto, com sol e uma temperatura muita agradável (parece que chovia mais a sul). Foi coincidência mas foi realmente uma data bem escolhida, já que no dia 31 havia montes de actividades por ser o Dia Nacional dos Centros Históricos.


Graças a isso fiz uma visita guiada à Sé e Ribeira e fiz um passeio de barco pelas pontes do Douro...de borla (como eu gosto de coisas de borla). Para além disso havia mercados de artesanato, fantoches, milongas...e até concerto dos Irmãos Catita.




Amanhã mostro-vos mais ....