21.7.11

Avante camarada

Catarina Eufémia

Um dia destes chamaram-me camarada no gozo. E isto porquê? Nas últimas autárquicas fiz parte da lista da CDU para junta de freguesia, como independente. Considero-me de esquerda mas não tenho um partido definido, depende do momento. Fiz parte da lista (em lugar não elegível), mais porque acreditava naquele que achava que seria o candidato, dado que me identificava com as suas ideias e do seu modo de pensar. Ele depois acabou por concorrer antes à câmara…e foi outro candidato no lugar…que apesar de tudo não me desiludiu.

Quando contei lá em casa que ia concorrer por esta lista, ia caindo o “Carmo e a Trindade”, ninguém me apoiou…e acho que ninguém votou em mim… :). Isto deu para perceber que ainda há um preconceito muito grande quanto ao Partido Comunista, se não pensam que “eles comem criancinhas” ainda anda lá perto. Até podem concordar com as ideias mas nunca iriam votar neste partido.

Apesar de ser uma lista jovem, por detrás estavam os veteranos. Não posso generalizar mas o pouco tempo que passei com eles pareceram do mais honesto e íntegro que há. Bem, e as histórias que contaram da época da ditadura até dão arrepios.

E pronto, hoje era isto…vou ali comprar bilhetes para a Festa do Avante e ler os livros do Manuel Tiago.

(PS – continuo sem ser camarada, também há muitas ideias que não concordo e a nível central a linguagem parece-me um bocado obsoleta)

2 comentários:

Manuela disse...

Querida Krasiva, o mais importante é que és uma jovem empenhada e com ideais já definidos, o que hoje em dia é pouco frequente. Parabéns :)

...Ju... disse...

há ideias completamente estapafúrdias, outras nem tanto...
se calhar, o principio base era bom... o actual já não tenho a certeza se será! :)