4.3.11

Voluntariado...



Toda a vida fiz voluntariado…como dizia o Gandhi temos de ser a mudança que queremos ver no mundo.

Andei em peditórios nas campanhas da luta contra o cancro, fiz companhia a idosos, participei em acções ambientalistas mas principalmente trabalhei com imigrantes  (que é a minha área de eleição). Neste momento estou a colaborar e a “idealizar” um projecto de sensibilização dos direitos e deveres no serviço doméstico, dado que há um desconhecimento geral da lei e demasiadas situações de abuso.

Um dia conto mais pormenores deste projecto, entretanto aqui fica o testemunho de uma empregada doméstica…só para balançar com as coisas que leio aí nos blogues…sempre a criticarem as “Marias”.  

6 comentários:

Mami ( Sónia ) disse...

Tem algumas que passam um mau bocado coitadas. Mas lá está paga o justo pelo pecador.

Feridas disse...

Diz-me, Krasiva, diz-me, porque é que eu nunca vim ao teu blog? Diz-me porque é que sou tão totó, mas tão totó, que nunca me ocorreu que poderias ter um e foi preciso o Henrique falar-me nele para eu vir cá ver? Diz-me porque é que foi preciso ele fazer-me um desenho para eu descobrir como aqui se vinha (basta clicares no bonequinho dela... daha...)? Diz-me, diz-me...
Olha, agora não posso que não tenho tempo,mas juro pelas alminhas que vou ler o teu blog todinho, de ponta a eito, assim que tiver um bocadinho... Olha, até vou já adicionar aos favoritos, que é por causa das tosses.
Até me adicionava como seguidora, se soubesse como é que isso se faz.
Feridas

Rachelet disse...

Isto é atroz. Ainda nos arrogamos nós ao título de país de 1.º Mundo.

MARIINHA disse...

Voluntariado, é uma das coisas que quero fazer, quando um dia me reformar.

Beijokas

Li disse...

Sabes infelizmente encontra-se de tudo neste mundo, ao ler o teu post lembrei-me logo de uma reportagem que vi há uns tempos de uns pais que filmaram uma ama que também arrumava a casa deles.
As imagens eram totalmente chocantes pois a palerma até batia na criança com tachos de cozinha!!
Claro, como sempre nem todos são assim, mas o mal é que infelizmente levam uns pelos outros.
E depois tem aquelas pessoas que gostam de humilhar as outras só porque se acham superiores as empregadas domesticas, mas se eles tem empregadas domesticas é porque o trabalho realmente é duro, se não até eles o podiam fazer né???
A essa gente era bom trabalharem como empregadas domesticas para verem o que é bom para a tosse!!
Ser tolerante também é uma virtude!!
Beijinhos grandessssssss e força nesse projecto!!!

Ana Sousa disse...

Também já fiz voluntariado, no apoio a adolescentes de famílias em condições de carência, e acho que o fazemos para nos ajudar a nós próprios e não aos outros. Mas seja qual for a razão ou a causa que nos move é sempre importante, porque o Gandhi tinha razão e "nós" temos que perder esta mania de achar que são os outros e os que estão lá em "cima" que têm que resolver tudo.

Parabéns por esse projecto. Agora deixaste-me a pensar no assunto. Realmente já tinha reparado que há muita gente a reclamar das empregadas e, às vezes, parece-me que exigem é demais. Vão lá fazer tudo em 4 horas para ver o que é bom... Mas fiquei a pensar que assim também pode ser interpretado como a divisão de tarefas domésticas entre os habitantes da casa que também é um problema actual, infelizmente. ***